Se ligue ai...! Tosse persistente por mais de 02 semanas, o paciente precisa de ajuda médica.

by - sábado, maio 11, 2019

Se ligue ai...! Tosse persistente por mais de 02 semanas, o paciente precisa de ajuda médica.



Hum...! Se ligue ai...! Pois é, a tosse pode ser sintoma de várias doenças. Algumas são consideradas mais simples, como um resfriado, no entanto, quando se torna persistente por muitos dias,  é preciso se preocupar. Afinal de contas, com saúde deve-se ter todo cuidado. Por esse motivo, se a tosse se prolongar por mais de 03 semanas,  é necessário procurar ajuda  profissional. Na verdade, a tosse indica que existe algo de errado com as vias respiratórias. A maioria das pessoas encara como uma algo ruim. Mas, a tosse é um mecanismo de defesa do nosso corpo contra uma inflamação, infecção ou irritação. De acordo com especialistas, pode ser aguda, quando se prolonga por mais de 02 semanas. Pode ser provocada por doenças como bronquite, gripe ou sinusite. No entanto, também pode ter origem em situações mais graves como tuberculose, pneumonia ou até mesmo câncer de pulmão. Entre todas essas enfermidades, uma tem deixando o mundo em alerta. A tuberculose continua gerando grande preocupação, sendo uma enfermidade infecciosa extremamente contagiosa. Essa doença afeta principalmente os pulmões, porém, também pode atingir outras regiões do corpo, como o rins, ossos e meninges. A forma de transmissão acontece de maneira direta, através de gotículas de saliva expelidas ao tossir, falar ou espirrar. Apesar de tantos recursos e de ser uma enfermidade tratável atualmente, pessoas continuam morrendo vítimas dessa doença em todo mundo. A enfermidade mata mais que qualquer outro tipo de doença infecciosa curável. A estimativa é que surjam 09 milhões de novos casos da enfermidade ao ano. Deste total, 1,8 milhões acabam perdendo a vida. Os dados são chocantes considerando que se trata de uma doença curável. O tratamento tem uma duração de pelo menos 06  meses usando medicamento via oral. Contudo, esse tempo pode variar de acordo com cada caso. As chances de recuperação total ultrapassam 95%, desde que o paciente faça o tratamento corretamente.

Fonte e foto: Vida e saúde.

You May Also Like

0 Comments