Acorda menina...! No RN quase nada mudou, no geral, tudo continua igualzinho a dantes sem tirar e nem pôr.

by - quarta-feira, abril 03, 2019

Acorda menina...! No RN quase nada mudou, no geral, tudo continua igualzinho a dantes sem tirar e nem pôr. 


Hum...! Acorda menina...! Pois é, no RN, o governo Fátima Bezerra (PT),  completou  03 meses no último  domingo (31/03), sem motivo nenhum para celebração ou alguma ação que possa vislumbrar algo positivo no futuro do Elefante. Pelo que se viu até agora, foi que o  Governo Petista,  não fez nem o mais simples, o tão esperado dever do casa, como exige o cenário caótico das contas públicas e dos setores vitais do RN. Seguindo a trilha dos seus antecessores, a  nova administração repete os erros já conhecidos das gestões anteriores: é relapsa com a obrigação de tomar decisões duras, preocupada com a popularidade. Fátima Bezerra(PT),  assumiu um Estado quebrado. Ela sabia disso, é fato. Também sabia que era preciso adotar medidas duras, antipopulares, para enfrentar o desafio de reequilibrar as contas  públicas. E até agora ela ainda não disse pra veio tem esquivado até aqui. com uma postura tão frouxa quanto nociva para o RN, igualzinho a Rosa e ao Cravo, sem tirar e nem pôr.  O Governo continua acumulando um déficit de R$ 130 milhões por mês com a Previdência; arrasta-se sem solução para uma dívida de quase R$ 1 bilhão com salários atrasados e mantém a máquina ocupada, de alto custo, para atender políticos, correligionários e a base de apoio na Assembleia Legislativa, repetindo os seus antecessores. A conta é simples: multiplique o déficit mensal, que é de R$ 130 milhões, por 12 meses, que você chega a um montante de R$ 1,56 bilhão. O fato é que a governadora fez opção pelo discurso: cômodo – populista e do sindicalismo inconsequente, em detrimento do Estado como um todo.  Mas, isso é muito pouco, ou nada, diante do tamanho da crise que vive o RN. Daqui a pouco acaba a lua de mel, e a população potiguar vai cobrar nas ruas, sem convocar as entidades sindicais, que até pouco tempo perturbavam a vida de ex-governadores.

Fonte:  Cesar Santos/Jornal de Fato

You May Also Like

0 Comments