Falando sobre...!No Brasil, o MPF diz que Ronaldinho Gaúcho 'ridiculariza a Justiça'

by - sexta-feira, dezembro 07, 2018

Falando sobre...!No Brasil, o MPF diz que Ronaldinho Gaúcho 'ridiculariza a Justiça'.

MP diz que Ronaldinho Gaúcho 'ridiculariza a Justiça'

Hum...! Que coisa...! Pois é, no Brasil, o Ministério Público Federal, deu parecer contra o habeas corpus solicitado pela defesa do ex-jogador,  Ronaldinho Gaúcho,  pedindo à Justiça a reversão da decisão que obriga o ex-craque  e o irmão dele, Roberto de Assis Moreira a entregar os passaportes por descumprir sentença em processo por crime ambiental transitado em julgado em 2015. O parecer foi entregue nesta quinta-feira (06/12) e o subprocurador-geral da República,  Brasilino Pereira dos Santos usou termos duros antes de afirmar que os irmãos erraram tanto que "não há outra providência a ser tomada". Em um momento do texto, Ministério Público Federal diz que os réus "ridicularizam a Justiça". "Uma vez que todas as medidas menos severas foram adotadas e não houve resultado, sendo a apreensão dos passaportes a última das medidas a ser adotada, não havendo como se cogitar de desnecessidade da medida", escreveu o Subprocurador. "Parece-nos, ao menos em princípio, que é a própria Justiça que vem sendo ridicularizada junto à sociedade brasileira e mundial, frente ao comportamento dos ora Pacientes atentatório à dignidade da Justiça", disse Brasilino Pereira dos Santos. Sérgio Queiroz, advogado de Ronaldinho e Assis, disse que o posicionamento do MPF era esperado e acrescentou que está confiante que o julgamento terá outro final. O habeas corpus está em apreciação no gabinete do ministro Francisco Falcão, da Segunda Turma do Superior Tribunal de Justiça(STJ). A assessoria de imprensa da CorteSuperior, informou que há também pedido de liminar referente ao mesmo caso e que pode ser concedida antes mesmo do julgamento do habeas corpus. Ronaldinho e Roberto de Assis Moreira foram condenados em um processo que corre na Justiça do Rio Grande do Sul, porque construíram um trapiche, uma plataforma de pesca e canalizaram um riacho em um terreno da família às margens do Lago Guaíba, área de preservação permanente existente em Porto Alegre(RS). Os dois foram considerados culpados há quase 4 anos e até o momento não cumpriram a decisão. Depois de anos ignorando a Justiça, o Ministério Público  pediu a apreensão do passaporte ou da carteira de motorista de Ronaldinho e do irmão dele. A solicitação foi acatada pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul no dia 31 de outubro. O Caso é avaliado pela Segunda Turma do STJ. A relatoria está com o ministro Francisco Falcão e não há data para o julgamento. Ronaldinho Gaúcho havia confirmado presença em um amistoso organizado por Denílson marcado para o próximo domingo. O advogado afirmou que não sabe quando o cliente retorna ao Brasil. Com informações da Folhapress.

Fonte: Noticias ao Minuto
Foto: reprodução/Getty Images 

You May Also Like

0 Comments