sábado, outubro 13, 2018

Virando a pagina...! No corda menino, as urnas/2018, causou, especialmente no RN

Resultado de imagem para acorda menino


Hum...! Acorda menino....! Pois é, antes de virar a pagina do primeiro turno, é preciso fazer uma breve reflexão sobre o que aconteceu nas eleições/2018, no último domingo( 07/10). Por todo país, o resultados das urnas trouxe um verdadeiro acerto de contas, onde quem esteve sempre ao lado do povo com honestidade e transparência,  não teve dificuldade nenhuma de se eleger. Já quem pisou na bola, nos seus mandatos, seguindo a cartilha do toma lá dá cá, atrasando salários, seguindo grupos corruptos e até mesmo defendendo bandeiras de movimentos que não tem muito haver com cidadania geral do pais,  dançou miudinho e feio. No RN, então, o que se viu foi um verdadeiro show de cidadania, e quase não sobrou ninguém para contar a historia, pelo menos aquele do elenco ficha suja. Começando pelo governador Robinson Faria ( PSD),  que fez pouco caso do funcionalismo publico do estado, atrasou salário e não cuidou da falta de segurança no estado, pagou caro, foi super mal votado, ficando de fora até mesmo do 2º segundo turno. Que o resultado, sirva de lição para para os atuais gestores do nosso estado, o futuro governador e atuais prefeitos. moral dessa historia:; " Quem paga salário em dia, dança, não merece ser reeleito, fica a dica.  Outras respostas dadas foram destinadas aos senadores Garibaldi Filho( MDB) e José Agripino Maia( DEM), que de uma só vez, viram seus nomes serem extirpados da cena politica estadual e consequentemente  do cenário nacional. Nesse caso nem o poderio econômico,  foi o suficiente para livrar os dois de um verdadeiro vexame. Na camara federal todo mundo entrou na roda, quem conseguiu se eleger foi super mal votado, como foi o caso de Walter Alves(MDB) e Fábio Faria (PSD), que fazendo um quadro comparativo com 2014, os dois juntos perderam mais de 200 mil votos. Ainda teve Beto Rosado(PP), Rogério Marinho(PSDB) e José Agripino Maia(DEM) , que foram tão mal votados que nem  conseguiram  se eleger,  eles que sempre votaram com a cartilha do  governo Michel Temer( MDB), também dançaram,  ficando de fora da próxima legislatura. Em Mossoró(RN), a prefeita Rosalba Ciarlini, foi um caso a parte,  também foi um  fiasco, perdeu de uma só vez  o federal e estadual, deixando a politica potiguar pela primeira com quase nada de rosados. Na assembléia muita gente boa ficou de fora, destaque  para : Márcia Maia(PSDB), Larissa Rosado(PSDB), Gustavo Fernandes(PSDB), Carlos Augusto Maia(PCdoB) e  Ricardo Motta(PSB), entre outros . Para esses ai foi a combinação de um monte de coisinhas. Mas nessa historia toda, também  teve gente que teve seu trabalho reconhecido, é caso do deputado Fernando Mineiro(PT), que se elegeu para federal; Zenaide Maia(PHS), que sempre foi voz do povo potiguar em Brasília, contra o  governo de Michel Temer(MDB)  e  Rafael Motta( PSB), que se reelegeu bonito, saindo de rejeitado para reeleito, quando era tido como carta fora do baralho politico potiguar, na capital federal bateu o  pé, votou ao lado do povo e foi agraciado com novo mandato e por último, o maior recado de todo das urnas , que foi a eleição do Capitão Stynvenson Valentim para o senado  federal, deixando gente grande como os ex-governadores e ex-senadores Garibaldi Filho( MDB) e Geraldo Melo(PSDB), na poeira. Sendo o  novo da historia, tendo no seu curriculum vitae, apenas a honradez e a  seriedade de um servidor publico, que sempre exerceu seu trabalho com honestidade e transparência, ganhou quase de graça um lugarzinho no céu da politica brasileira, se transformando assim em um dos três senadores potiguar a partir de 2019.Pois é, como bem diz a musica: "...Vou avisar,  se  cuida meu bem, se vacilar se cuida meu bem..."

Foto: reprodução/Pinterest