quinta-feira, setembro 13, 2018

Jogo duro...! Justiça mantém condenação de Zeca Camargo por conta de texto sobre Cristiano Araújo


Justiça mantém condenação de Zeca Camargo por conta de texto sobre Cristiano Araújo Raphael Dias/TV Globo/Divulgação


Hum...! Vacilou e se deu mal...! Isso mesmo, o Tribunal de Justiça de Goiás(TJGO),  anunciou na última segunda-feira (10/09),  que será mantida a condenação do jornalista Zeca Camargo. Ele terá que indenizar em R$ 60 mil a família do saudoso cantor Cristiano Araújo, morto em um acidente de carro em junho de 2015. Segundo o TJGO, a crônica do global,  ironizava a situação de Cristiano.  O jornalista já havia sido condenado em primeiro grau, mas sua defesa entrou com um recurso, levantando a tese da liberdade de expressão e alegou que estava usando o acontecimento para refletir sobre as comoções em massa no Brasil. O processo contra Zeca Camargo foi movido depois que o apresentador leu um texto no Jornal das Dez, do canal GloboNews, questionando a fama do sertanejo e a cobertura de sua morte — ele definiu Araújo como um "quase desconhecido". A crônica saiu apenas 4 dias após a morte trágica do músico, que morreu ao lado da namorada, Allana Coelho Pinto de Moraes, em uma viagem de carro em Goiás.  À coluna F5 do jornal Folha de S. Paulo, Zeca disse que não teve a intenção de ofender e que sua crônica foi mal interpretada. "Embora nunca tenha ofendido nem ao cantor nem a ninguém da sua família (e muito menos seus fãs) numa crônica mal interpretada que comentava não sobre a qualidade da uma manifestação artística, mas sobre a repercussão do acontecido na mídia, e apesar de ter pedido desculpas publicamente à época, tomei conhecimento hoje do teor da sentença e vou recorrer", informou o apresentador por meio de nota. Na decisão de janeiro, a juíza Rozana Fernandes Camapum escreveu que Zeca não respeitou o luto da família e que a crônica sugeria que o músico não merecia comoção nacional nem mesmo grandes funerais públicos. Além da indenização, Zeca deverá pagar todas as despesas processuais e honorários advocatícios fixados em 15% sobre o valor da condenação. A advogada da família e dos sócios de Cristiano Araújo informou que o dinheiro será repassado à instituição de caridade mantida pela mãe do cantor.

Fonte: GZH
Foto: Reprodução/TV Globo/Divulgação