Falando nisso...! Paulo Ricardo, relembra Cazuza: "ERA MEIO QUE UM DEMÔNIO-DA-TASMÂNIA"

by - sábado, março 31, 2018


Paulo Ricardo (Foto: QUEM)


Hum...! Bombou...! E o segundo dia do Fica Verão, evento feito em parceria entre O Globo, Rádio Globo e QUEM, chegou ao segundo dia nesta sexta-feira (30/03), na Marina da Glória, no Rio de Janeiro(RJ). E, claro, batemos um papo daqueles com o cantor tudo  de bom.com,  Paulo Ricardo, uma das atrações musicais do projeto. "Esse é o clima do Rio de Janeiro, né? Nessas horas não tem político ou violência que consiga apagar. É quando a gente tem orgulho de ser carioca", derreteu-se ele sobre o belo dia na capital fluminense, pronta para receber o Fica Verão. Líder da banda RPM, Paulo Ricardo falou sobre a homenagem que fará ao amigo esaudoso, Cazuza, músico que completaria 60 anos de idade no próximo dia 4 de abril . "Vamos fazer DVD dele no dia 1 de maio. Fui muito amigo dele - além de ele ser um dos maiores artistas do Brasil - e hoje já vou fazer a primeira música. Vou dedicar a ele. Decidi homenageá-lo em um EP de cinco músicas e um show maior no final do ano", contou ele, que soltou diversas lembranças envolvendo o ex-integrante do Barão Vermelho. "Cazuza era tão fora do comum mesmo em uma época de muita loucura: começo dos anos 80, onda de liberdade do fim do hippismo, Diretas Já... Ele tinha um senso de humor ferino, agudo, inteligente. Perdia o amigo, mas não perdia a piada. Todo mundo se sentia tímido diante dele, porque ele era meio que um demônio-da-tasmânia", contou Paulo Ricardo, comparando o amigo ao animal de temperamento difícil.

You May Also Like

0 Comments