segunda-feira, setembro 04, 2017

Pagando caro...! ANAC prometeu passagens aéreas mais baratas e era “lorota”. Estão mais caras




Hum...! Pensando bem...!É possível calcular os prejuízos das decisões da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) aos passageiros, enquanto beneficiam empresas aéreas, ao menos no caso de cobrança por malas.
A portuguesa TAP é a primeira estrangeira, com operações no Brasil, a cobrar pelo serviço.
Uma mala de até 23 kg, que era transportada de graça, custa agora 45 euros (R$168) ao cliente, mas só se o passageiro pagar pela internet.
Se deixar para o check-in, sobe para 80 euros (R$300) cada mala.
Ao inventar a cobrança de bagagem, alegrando as empresas, a Anac prometeu que as passagens ficariam mais baratas.
Era lorota.
No Brasil, os passageiros já pagavam a passagem aérea mais cara do planeta, e agora pagam caro também pelas malas.
A Anac é um peso nas costas do cidadão sob todos os aspectos. Somente com sua folha de pessoal foram R$300,8 milhões em 2016.
Por: Cláudio Humberto