quarta-feira, maio 17, 2017

Falando sobre...! Claudia Alencar,diz que sofreu violência domestica do pai, do companheiro e do Estado : "NÃO GUARDO RANCOR"

Claudia Alencar (Foto: Divulgação / MF Press Global)

Hum...! Falando sobre...! A atriz veterana, Claudia Alencar,  é mesmo uma mulher linda, e  de garra,  e grande parte dessa força veio das violências físicas e sexuais,  que enfrentou ao longo da vida. Ainda criança, Claudia lembra que apanhava com frequência de seu pai, que também era violento com sua mãe e seus irmãos. Na fase adulta, já quando estava no teatro, Claudia se relacionou com um homem violento, que a fazia chegar com hematomas pelo corpo no trabalho. "Era como estar casada com o meu pai. Toda vez que tentava me livrar deste relacionamento, apanhava mais. Ele chegou a quebrar a mão dele de tanto bater em mim. Eu estava no teatro com o Marco Nanini e inventava que tinha caído da escada para explicar as marcas." O pior sofrimento, no entanto, aconteceu durante a prisão de 20 dias de Claudia na época da Ditadura Militar. "Eu estava em um grupo de teatro que queria mudar o país para melhor. Me deduraram e fui presa por 20 dias. Fizeram de tudo comigo. Me colocaram no pau de arara, me agulharam e me estupraram", revela ela , que tinha apenas 22 anos. Para superar todos esses traumas, Claudia contou com a ajuda da escrita e da arte. "Nunca tive depressão. Não podia contar tudo para a minha família. Meus filhos só tiveram conhecimento recentemente do estupro que sofri. A escrita me ajudou a superar tudo isso", afirma Claudia, que tem feito palestras interpretando histórias de 19 mulheres que enfrentaram grandes traumas e venceram na vida. "Não guardo rancor. Quero ajudar a transformar outras mulheres com essas histórias e poder transformar a nossa sociedade, ainda marcada pela violência, com o amor. Pretendo transformar essa palestra em teatro também."

Fonte: Quem Acontece