terça-feira, maio 09, 2017

Causor mais não encantou...! A estreia de Gregorio Duvivier à frente do 'Greg news', na HBO


Gregorio Duvivier no 'Greg news' (Foto: Christian Rodrigues/Divulgação)



Hum...! Pensando bem...! "Um dos mais talentosos criadores de sua geração, Gregorio Duvivier estreou seu “Greg news” na última sexta-feira na HBO. O canal, ao divulgar o programa, disse que ele faria algo como John Oliver na HBO americana: notícias comentadas, com um olhar pessoal, eletricidade, veia cômica, arrancando dos acontecimentos o que eles têm de absurdo, tudo a partir de vídeos bem produzidos. Dono de um humor inteligente e equipado com cultura e informação, Gregorio tinha tudo para enveredar pelo mesmo caminho da provocação, da iconoclastia, do levantamento de bolas para seu público pegar ou largar. De uma notícia do mundo político, econômico ou cultural, a partir de um vídeo sobre ela, destacaria, com muita graça, os absurdos contidos ali. Talento para isso Gregorio tem de sobra. Não foi, no entanto, o que se viu. De terno com colete, quase sempre sentado numa bancada diante de uma plateia de fãs da qual só se vislumbrava a silhueta na contraluz, talvez por falta de recursos técnicos (vídeos bem roteirizados, artes, vinhetas), ele procurava apontar o certo e o errado. Isso mesmo quando o certo era bastante óbvio — e, quando não era, deixou a sensação de que, se alguém discordasse, seria porque era um sujeito mau, mal intencionado ou simplesmente burro. Foi como numa aula de 30 minutos. Claro, houve bons momentos, mas o grande tempo em que passou falando sozinho fez o resultado se assemelhar a uma palestra. Como a grande ênfase foi nas questões políticas, aqui e ali lembrou o horário obrigatório de propaganda partidária. Percalços de uma estreia? Talvez. Gregorio tem tudo para superar os tropeços: sem abandonar a ênfase naquilo em que acredita, pode deixar o humorista e iconoclasta ter preponderância sobre o comentarista político. Vai brilhar como sempre".

Por Patricia Kogut