quinta-feira, abril 20, 2017

Quase todo mundo foi...! Baixo efetivo de polícia é o principal problema da segurança no Oeste, aponta audiência pública

efetivo


Hum...! Quase todo mundo foi...! Com zero de novidade, o  pequeno efetivo das Polícias Militar e Civil,  foi o ponto mais debatido na audiência pública promovida nesta quinta-feira (20/04) pela Assembleia Legislativa, na cidade de Patu(RN),  para discutir o “Agravamento da Insegurança no Alto Oeste Potiguar”, numa propositura do mando do  deputado estadual  Carlos Augusto (PSD). Ao final das discussões ficou definido que será feito um relatório à Mesa Diretora da Casa a ser encaminhado ao Governo do Estado, com algumas sugestões e cobrando providências para a solução dos problemas na área de segurança pública na Região. ‘Vamos cobrar mais policiamento com o aumento do efetivo, bem como a transformação da Companhia de Policia sediado em Patu em um Batalhão. Outro encaminhamento será a solicitação para que o abastecimento das viaturas policiais seja feito na própria cidade onde fica a unidade policial, conforme foi sugerido pelos prefeitos e representantes das Polícias Militar e Civil, durante a audiência”, afirmou o deputado Carlos Augusto no encerramento dos trabalhos. O parlamentar disse que esse é o momento de ser firmado um pacto de integração entre os Poderes constituídos e sociedade civil organizada,  para debate propostas e cobrar soluções efetivas que possam definitivamente devolver a sensação de paz, de segurança e tranquilidade aos moradores de cada uma das cidades do Oeste potiguar, pois não se pode negligenciar diante de um quadro tão desfavorável. “Pelo que se discutiu aqui, entendemos que seja necessário pensar em outros pontos. Um deles é a implementação de políticas de prevenção. Isso alcança nossos jovens, evitando que eles possam derivar para o crime. Outro importante recurso e que não podemos abrir mão é o da tecnologia, com câmeras de monitoramento”, acentuou o deputado. Os prefeitos que participaram da audiência manifestaram a intensão de fazer parceria com o Governo do Estado na solução do problema da insegurança que está se espalhando a cada dia pelos municípios do Estado, inclusive pela zona rural. “Nos últimos tempos o problema tem se agravado na Região. Até a ambulância da prefeitura de Patu foi metralhada. Há cobrança constante da população,  para que se encontre uma solução. E nós não queremos só cobrar. Há necessidade de parceria para que cada um faça a sua parte. Muitos prefeitos querem colaborar, mas às vezes são impedidos por força da Lei. Precisamos de legislação que possibilite a parceria de forma legal”, afirmou o prefeito de Patu(RN),  Rivelino Câmara (PMDB). Durante as exposições dos integrantes da Mesa dos trabalhos, o representante do Comando da Polícia Militar, tenente coronel Alvibar Gomes anunciou que no inicio de maio entrará em funcionamento a Operação Sertão, que terá uma unidade sediada na cidade de Caraúbas(RN), com 16 homens para policiamento volante em 56 municípios do Oeste. Por solicitação do Prefeito, ele vai encaminhar pleito ao Comando da PM, para que uma unidade seja sediada em Patu(RN). Presidida pelo deputado Carlos Augusto Maia , a Mesa dos trabalhos contou com a participação do Prefeito de Patu(RN), Rivelino Câmara; diretor do Campus da UERN, Josenir Calixta de Medeiros; presidente da Câmara de Patu(RN), Lucélia Ribeiro (PMDB); comandante da Policia Militar em Patu(RN), capitão Aderlan Bezerra; Reitor do Santuário do Lima, padre Américo Leite de Sá; tenente coronel Alvibar Gomes e o delegado regional da Policia Civil em Patu(RN), Sandro Reges. Os debates contaram com a participação dos prefeitos:  de Almino Afonso(RN), Valdênio Amorim (PMDB); de João Dias(RN), Tássia Veríssimo (PSD); de Olho D’água dos Borges(RN), Maria Helena Leite  (PSD); de Rafael Godeiro(RN), Ludmila Amorim (PSB); de Janduís(RN), José Bezerra (PSOL), do vice-prefeito de Patu(RN), Gilberto Amorim e vereadores de municípios da região. Do Blog: Como perguntar não ofende, né? A prefeita de Umarizal(RN) Elijane Paiva, participou desse evento?, porque o blog do Xerife não trás o nome da gestora umarizalense, tem web-leitores questionando e sinceramente a gente não sabemos informar 

Fonte: Blog do Xerife