sábado, abril 01, 2017

Climão nos bastidores do plim plim...! Funcionária da TV Globo relata assédio de José Mayer


Hum...! Bafão global...!O ator global, José Mayer está sendo acusado de assédio sexual pela figurinista da TV Globo Susllem Meneguzzi Tonani, de 28 anos. Em depoimento publicado nesta sexta-feira (31/01), no blog #AgoraÉQueSãoElas, da Folha de São Paulo, ela fala sobre o episódio. No início de março, a coluna do jornalista Léo Dias já havia noticiado o fato, porém essa é a primeira vez que a vítima fala abertamente sobre o caso.  Segundo a figurinista, Mayer começou com cantadas como “como você se veste bem”, que foram evoluindo para “como a sua cintura é fina”, “fico olhando a sua bundinha e imaginando seu peitinho”, “você nunca vai dar para mim?”. A situação, conforme Susllem, foi ficando cada vez mais insustentável. Em fevereiro deste ano, o ator teria colocado a mão sobre a genitália dela, na frente de outras 2 mulheres em um dos camarins da novela “A Lei do Amor”. "Em fevereiro de 2017, dentro do camarim da empresa, na presença de outras duas mulheres, esse ator, branco, rico, de 67 anos, que fez fama como garanhão, colocou a mão esquerda na minha genitália. Sim, ele colocou a mão na minha buceta e ainda disse que esse era seu desejo antigo. Elas? Elas, que poderiam estar eu meu lugar, não ficaram constrangidas. Chegaram até a rir de sua 'piada'. Eu? Eu me vi só, desprotegida, encurralada, ridicularizada, inferiorizada, invisível. Senti desespero, nojo, arrependimento de estar ali. Não havia cumplicidade, sororidade", relatou a figurinista. Procurada, a Rede Globo informou que a emissora está tomando as medidas necessárias sobre o caso. "A Globo repudia toda e qualquer forma de desrespeito, violência ou preconceito. E zela para que as relações entre funcionários e colaboradores da emissora se deem em um ambiente de harmonia e colaboração, de acordo com o Código de Ética e Conduta do Grupo Globo. Todas as questões são apuradas com rigor, ouvidos todos os envolvidos, em busca da verdade. Desta forma e tendo o respeito como um valor inegociável da empresa, esse assunto foi apurado e as medidas necessárias estão sendo tomadas. A Globo não comenta assuntos internos", diz a nota, na íntegra. O ator  José Mayer também se manifestou. Procurado pelo jornal Folha de S. Paulo, ele disse. "Respeito muito as mulheres, meus companheiros e o meu ambiente de trabalho e peço a todos que não misturem ficção com realidade. As palavras e atitudes que me atribuíram são próprias do machismo e da misoginia do personagem Tião Bezerra [que ele interpreta na novela das 21h, "A Lei do Amor", que acaba nesta sexta], não são minhas! Nesses 49 anos trabalhando como ator sempre busquei e encontrei respeito e confiança em todos que trabalham comigo".