quinta-feira, setembro 01, 2016

Querer não é poder...! Michel Temer diz que não irá tolerar ser chamado de golpista



Hum...! Botando as manguinha de fora...! No seu primeiro discurso como presidente definitivo do Brasil,   Michel Temer( PMDB),  disse que não irá tolerar infidelidades na base aliada e não aceitará mais ser chamado de golpista. Nas ruas e na internet, uma grande parte da população adotou o discurso contra Temer, desde o governo interino. De acordo com a Folha de S. Paulo, em reunião ministerial no Palácio do Planalto, ele afirmou que divisões no Congresso Nacional de partidos que compõem o governo federal são ´Inadmissíveis´ e ´não serão toleradas´.