sábado, agosto 13, 2016

Sem perder o foco...! Tem gente de olho na representação de gênero nas eleições desse ano.


siqueira


Hum...! Sem perder o foco...! Os partidos que se cuidem Brasil à afora. Ela la é poderosa e está atenta à cota de gênero estabelecida pela lei eleitoral. Isso mesmo,  a Procuradora -geral Eleitora, Ana Paula Mantovani Siqueira, uma espécie de ‘xerife’ da causa , adverte: as procuradorias, nos Estados, serão rígidas com os partidos que não preencherem 30% de suas candidaturas com mulheres. E fala com a autoridade de quem comanda o Grupo Executivo Nacional da Função Eleitoral (Genafe). A batalha já está em curso. Só no primeiro semestre deste ano,  o grupo entrou com 13 ações contra 10 partidos, por descumprirem as regras. Há motivos para tal rigor: o Genafe detectou que os partidos continuam a ignorar a lei. A coordenadora considera “assustador” o número de mulheres eleitas ao Congresso Nacional  em 2014: apenas 5 para as 27 vagas de senador, e 51 entre os 513 deputados. Há Estados em que nenhuma mulher chegou ao Congresso Nacional. “Com todos os instrumentos criados, verificamos que não houve o aumento pretendido”, admite Ana Paula, apesar das providências do Procurador-geral Rodrigo Janot, e das procuradorias regionais, que advertiram aos partidos que “observassem rigorosamente o que prevê a legislação”. Os procuradores receberam um modelo padrão para apontar os casos de não cumprimento da lei nesta eleição. É só preencher. “A recomendação para os partidos que não cumpram os 30% é que poderão ter a chapa toda impugnada, todos os candidatos. 

Foto: Reprodução/net