segunda-feira, agosto 01, 2016

Pela vida...! "Não vegetem no sofá da vida...", pede o Papa Francisco, a um multidão de jovens na Polônia

papa_reza


Hum...! Mensageiro da vida..! Em discurso no Campo da Misericórdia nos arredores de Cracóvia, na Polônia, no último sábado, dia (30/07), o papa Francisco pediu a uma multidão de jovens que ´não sejam substitutos´ na vida e que não ´vegetem´ comodamente no ´sofá´ da vida. ´A verdade é outra: queridos jovens, não viemos a este mundo para vegetar, para passá-la comodamente, para fazer da vida um sofá no qual adormecemos. Ao contrário, viemos para deixar uma marca´, estimulou o Santo Padre . ´O tempo que estamos vivendo hoje, não necessita de jovens-sofá, mas,  de jovens com sapatos, melhor ainda, com as chuteiras calçadas. Só aceita jogadores titulares na quadra, não há espaço para substitutos´, convocou Francisco. O Papa criticou os chamados ´couch potatoes´, termo usado pelos americanos, ,  para se referir aos sedentários, que passam várias horas do dia deitados no sofá diante da televisão. Francisco se referiu assim, aos que ´confundem felicidade com um sofá´, que passam horas na frente do computador, boquiabertos, vivendo o que ele chamou de ´sofá-felicidade´, em uma resposta à história narrada no palco por um paraguaio viciado em drogas. Ao ritmo de música pop, uma multidão de jovens alegres recebeu o pontífice na imensa esplanada, na qual ficarão acampados por toda a noite,  para compartilhar e meditar sob as estrelas sobre fé e fraternidade. Centenas de adolescentes, escoteiros, freiras, párocos, famílias com crianças e seus sacos de dormir, sombrinhas e guardas-sol caminharam a pé por quase 12 quilômetros,  até o campo para ouvir os conselhos e preocupações do sumo pontífice, assim como seu convite,  para que se envolvam com a realidade, com a dor e com as guerras, tanto externas quanto íntimas. ´Nossa resposta a esse mundo em guerra tem um nome: chama-se fraternidade´, disse o Papa após escutar o testemunho de Rand, um sírio de Aleppo, suscitando aplausos. 

Fonte: G1.