sábado, junho 18, 2016

Pensando bem...! "A inutilidade caríssima."


Hum...! Pensando bem...! "Bastam que dez por cento (10%) do que tem revelado o ex-presidente da Transpetro, Sérgio Machado, sejam de verdades para uma constatação claríssima: Nossos órgãos de controle são caríssimos e inúteis. Para que serve essa burocracia estatal? Um diretor de hospital é processado ao comprar remédios ou equipamentos, em casos de emergência, por ter dispensado a licitação. Um diretor de escola é processado por comprar material necessário ao funcionamento escolar pelo mesmo motivo. E assim vai nas pequenas coisas. Nos teatros públicos, nas delegacias de polícia, no mundo dos pequenos tudo é burocraticamente controlado e todos são punidos. Enquanto isso, no mundo dos grandes a derrama de grana incontável vaza nos corredores das licitações formalmente “regulares”. Tudo muito bunitim, “dentro da lei” e nas fuças do controle burocrático. Servem pra quê? Pra nada. Ou se muda isso ou se estabeleça a corrupção como regra da própria burocracia. Será menos hipócrita. Como disse o Barão de Itararé: “Ou se restabeleça a moralidade ou nos locupletemos todos”!


Por:   Françoís Silvestre 
Foto: Ilustrativa/Reprodução/Net