sábado, junho 25, 2016

Misterio...! Depois de mais 15 anos, sendo classificada como extinta em võo livre na natureza, uma ararinha azul apareceu na Bahia


A ararinha-azul (Cyanopsitta spixii), uma das espécies mais raras do Brasil (Foto: SAVE Brasil)


Hum..! Beleza pura... !Uma boa notícia para os amantes da natureza livre. A ararinha-azul(Cyanopsitta spixii), uma das espécies mais raras do Brasil, foi avistada no último sábado, dia (18/06) em Curaçá(BA). Só pra registrar, a ararinha-azul, hoje é classificada como extinta na natureza. Ela não é vista voando livremente no meio ambiente desde o ano 2000. Há, hoje, pouco mais de 100 indíviduos em cativeiro,  onde pesquisadores e biólogos,  estão cuidando desses indivíduos para, no futuro, reintroduzir a espécie na natureza. Um desses projetos prepara a comunidade local de Curaçá(BA), onde fica o hábitat da ararinha, para que os moradores cuidem dos pássaros reintroduzidos. Foi justamente essa comunidade,  que registrou a ararinha. Primeiro, a ararinha-azul foi avistada pelo agricultor Nauto Oliveira no sábado, dia ( 18/06). Ele avisou a família e, no domingo dia ( 19/06),  de manhã, sua mulher, Lourdes Oliveira, e a filha, Damillys Oliveira, foram ao local fazer o registro. O vídeo da ararinha voando foi feito por Damillys,  usando um celular. Eles enviaram as imagens para o diretor da SAVE Brasil, Pedro Develey, que confirmou que era uma ararinha-azul,  graças ao som feito pelo pássaro. Ao Blog do Planeta, Develey disse que o aparecimento dessa ararinha é um mistério. “Nós temos quase 100% de certeza de que ela estava em cativeiro. Agora, o que aconteceu é um mistério. Ela fugiu? Alguém a soltou? Quem manteria um animal como esse preso, em segredo, por tanto tempo?” Segundo ele, recentemente o Ibama fez uma operação de fiscalização na região,  para apreender gaiolas e libertar pássaros. A operação pode ter feito com que o “dono” da ararinha decidisse soltar o animal.

Fonte: Blog do Planeta