terça-feira, junho 21, 2016

Além das saudades...! Muitas historia do saudoso Cristiano Araújo, contadas em forma de livro




Hum...!Vida e a historia...! “Uma série de desencontros, conversas truncadas e alfinetadas levaram os dois dois cantores sertanejos Gustavo Lima e Cristiano Araújo, a um bate-boca muito feio pelo celular. Desde então, praticamente se odiavam”. A descrição de Flaney Gonzallez, fala de uma briga entreos dois artistas e é uma das histórias que estão no livro “Onze mil horas — um fotógrafo em turnê com Cristiano Araújo” (Ed. Kelps), que ele lança esta semana após um ano de morte do sertanejo, em 24 de junho de 2015. Flaney conta que a intenção de Cristiano, era fazer as pazes com Gusttavo. “Ninguém sabe ao certo o que houve. Eram amigos e, de repente, não eram mais. Cristiano desconfiava que poderia ser coisa da equipe de um e de outro, afinal, eram concorrentes”, diz Flaney em sua espécie de biografia não autorizada: “Tive e tenho medo de parecer oportunista. Mas conversei com o seu João (pai de Cristiano). Não tinha por que não mostrar todo esse material”. Nas 400 páginas com textos e fotos, Flaney descreve um Cristiano divertido, porém de personalidade forte. “Ele era muito tímido, mas quando tinha algo que não gostava, falava duro”, lembra ele: “Ele ficou uma fera quando a polícia americana finalizou um show dele numa cidade perto de Nova York. O som estava muito alto. A polícia chegou e acabou com tudo”.

A capa do livro do fotógrafo Flaney Gonzallez


Foto: Divulgação / Fernando Hiro/Divulgação.