terça-feira, junho 21, 2016

Acuado...! Cunha tenta resistir, mas aliados dão como certa saída dele do cargo .



Hum...! Sem muita chance...! Com seu processo de cassação caminhando para um desfecho final, o deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ), enviou recados ao governo de que espera do Palácio do Planalto, ajuda para escapar da punição, mas até aliados dizem que ver as suas chances dele, diminuir dia após dia. Segundo parlamentares que conversaram com ele, um cenário é certo e irreversível: a saída definitiva do deputado da presidência da Câmara Federal. Seja por renúncia ao cargo, seja pela cassação, o provável é que a votação em plenário ocorra entre os dias 19 ou 20 de julho.Cunha convocou a imprensa para uma coletiva hoje, terça-feira dia ( 21/06 ), com pompa e circunstancia, o " Fala Drº", acontece no tradicional Hotel Nacional, em Brasília(DF). Além de cercada de sigilo a pauta da entrevista, convocou deputados a estarem em Brasília(DF), de preferência desde ontem. Advogados e assessores de Cunha asseguram que ele vai, apenas se queixar do Ministério Público e do Conselho de Ética. Como diz a colega Thaisa Galvão, parece um tanto trivial demais e repetitivo para tamanho aparato. Resta aguardar para ver, o que Cunha, tem a dizer. O evento estava agendado para às 11:00 hs. Deputados aliados defendem que ele renuncie já à presidência da Casa, com dois objetivos. O primeiro é deflagrar a eleição para a sua sucessão, que se realizaria em um prazo de 5 sessões, e colocar fim à criticada gestão do interino, Waldir Maranhão (PP-MA). 






Fonte: Folha de S. Paulo